Cotidiano

Com impacto de R$ 12 milhões, Governo define reajuste de professores até dia 11

A agenda foi definida em reunião

Diego Alves Publicado em 19/01/2016, às 22h54

None
img-20160119-wa0013-672x372.jpg

A agenda foi definida em reunião

Com o impacto de R$ 12 milhões, o Governo do Estado definirá até o dia 11 de fevereiro sobre o pagamento do reajuste de 11,36% do novo piso salarial aos professores, previsto a partir de janeiro de 2016. A base salarial irá subir de R$ 2.662,80 para R$ 2.965,29. Ao todo são 25 mil professores na rede estadual de ensino em Mato Grosso do Sul.

A agenda foi definida em reunião entre a governadora em exercício, Rose Modesto e representante da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realizada nesta terça-feira (19) na Governadoria.

“Vamos nos reunir com o secretário da Fazenda para buscar uma forma de viabilizar os recursos. A proposição do governo é sempre de valorizar a educação”, destacou a governadora.

A reunião também teve a participação dos secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assim e do presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública), Lucílio Nobre.

 “Entendo a dificuldade financeira, mas estou otimista. Tenho certeza que o governo vai achar um caminho até o dia 11”, disse o presidente da Fetems, Roberto Borarelli.

Outro assunto abordado foi sobre a possibilidade da antecipação do início das aulas, decisão que o Estado informou que irá tomar discutindo a viabilidade junto aos municípios. 

Jornal Midiamax