Cotidiano

Clínicas particulares estão sem vacina e sem previsão de chegada

Vacinas chegaram a custar R$ 150

Ana Paula Chuva Publicado em 04/05/2016, às 17h54

None
vacinacao.jpg

Vacinas chegaram a custar R$ 150

 O surto de gripe A, com a antecipação da chegada do vírus influenza, deixou a população em estado de alerta, e isso fez com que vacinas nas redes particulares chegassem ao esgotamento em Campo Grande. De acordo com as clínicas não existe previsão de chegada, pois a falta de vacina é nacional.

As vacinas chegaram a custar R$ 150 por dose em algumas clínicas, mas com procura intensa, os estoques chegaram ao esgotamento. De acordo com informações dos funcionários de algumas clínicas, as vacinas estão em falta nos laboratórios fabricantes, por isso não existe previsão de novas doses na rede particular.

Rede Pública

Na rede pública, a vacinação teve início no último dia 30, e será realizada até o dia 20 de maio. Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), as doses chegarão em lotes parcelados até o fim da campanha, para que em caso de perda, não afete todo o estoque.

A vacinação na rede é feita apenas em pessoas que fazem parte do grupo de risco, e é preciso apresentar cartão de vacinação e documento de identificação em um dos postos de imunização. Portadores de doenças crônicas e/ou condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica para receber a vacina. Os que estão cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS (Sistema Único de Saúde) devem ir à um dos postos que estão registrados para receber a dose sem a necessidade de prescrição médica.

(sob supervisão de Marta Ferreira)

Jornal Midiamax