Cemtec prevê inverno quente e seco para MS

Em Corumbá máxima chega aos 29ºC
| 30/06/2016
- 01:29
Cemtec prevê inverno quente e seco para MS

Em Corumbá máxima chega aos 29ºC

O inverno em Mato Grosso do Sul será mais quente e menos chuvoso, aponta relatório do (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul) de acordo com modelo estatístico do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A estação teve início no último dia 20 de junho.

Na região Central, uma parte do sudoeste, a grande Dourados e parte da região Leste (Campo Grande, Coxim, Aquidauana, Miranda, Maracaju e Dourados) as temperaturas terão aumento entre 1ºC e 1,5ºC e a temperatura máxima nessas regiões pode chegar a 26ºC, em relação à média.

A região do Bolsão (Costa Rica, Paranaíba e Três Lagoas) e as proximidades de Sete Quedas terão aumento entre 0,2ªC e 0,4ºC, podendo chegar a 25ºC.

O município de Corumbá, na região Pantaneira tem um aumento previsto de temperatura entre 0,6ºC e 1ºC, para o mesmo período e as temperaturas podem chegar até 29ºC.

Chuvas

O trimestre será menos chuvoso em comparação à média histórica para a maior parte do Estado, segundo o Inmet. Nas regiões Pantaneiras, Centro-norte e do Bolsão a possibilidade é de acumulado menor que a média histórica entre 10 mm e 50 mm. Já as cidades que compõe a região Sul o acumulado de chuvas segue a média histórica, podendo chegar a 300 mm no trimestre.

Os municípios de Campo Grande, Porto Murtinho, Bela Vista, Jardim, Sidrolândia, Maracaju, Dourados, Rio Brilhante, Ivinhema e Bataguassu a variação do acumulado fica entre 150 mm e 200 mm.

No sul do Estado, municípios de Ponta Porã, Amambaí, Sete Quedas, Naviraí, Juti e região, o acumulado de chuvas para o período fica entre 200 mm e 300 mm. Em Corumbá, São Gabriel e Três Lagoas a variação é de 100 mm a 150 mm.

No extremo norte do Estado o acumulado histórico de chuva apresenta variação entre 75 mm e 100 mm. Na região dos municípios de Costa Rica e Chapadão do Sul  as médias são menores para acúmulo de chuva, variam entre 50 mm e 75 mm.

(Sob supervisão de Marta Ferreira)

 

Veja também

Últimas notícias