Cotidiano

Caixa suspende cobrança de juros no penhor durante greve

Bens penhorados não vão à leilão

Ana Paula Chuva Publicado em 19/09/2016, às 18h31

None
caixa_3.jpg

Bens penhorados não vão à leilão

Durante a greve dos bancários os clientes que tiverem bens penhorados na CEF (Caixa Econômica Federal) não pagarão juros. Segundo informações da instituição, nesse período o penhor não corre juros e os bens não vão à leilão.

A agência da CEF na rua 13 de Maio com a Dom Aquino, onde são pagos os penhores, lá a equipe do Jornal Midiamax encontrou uma funcionária que informou sobre o serviço. Segundo ela a movimentação nos caixas eletrônicos estão normal.

Na agência do Banco do Brasil da rua 13 de maio com a Dom Aquino um gerente estava resolvendo alguns problemas de clientes, como o caso da senhora Oliria Vicente Jorge, 70 anos, pensionista que teria que trocar a senha do cartão agora no mês de setembro.

“Eu estava com as minhas contas atrasadas e não conseguia sacar meu dinheiro. O gerente fez um procedimento interno e eu só vou precisar mudar a senha mês que vem e agora posso sacar meu pagamento”, disse.

Greve

A greve dos bancários completou 14 dias nesta segunda-feira (19), e de acordo com o Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região, 86% das agências estão fechadas no Estado. Na Capital são 120 agências no total.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 14,78%, sendo 5% de aumento real e 9,78% de correção da inflação. No último encontro, os bancos propuseram reajuste de salários e de auxílios de 7%, mais abono de 3,3 mil reais.

Desde o início da greve, já foram oito rodadas de negociações entre a Fenaban e os bancários de todo o país, mas até está segunda não houve acordo.

A decisão da Justiça do Trabalho que acolhe o pedido da OAB-MS em Ação Civil Pública, determinando a volta do expediente com pelo menos 30% do efetivo refere-se apenas para unidades conveniadas com o Poder Público.

Jornal Midiamax