Cotidiano

Caçambeiros fazem carreata pelo centro em protesto a fechamento de aterro

Manifestação é contra fechamento de aterro

Midiamax Publicado em 16/12/2016, às 14h34

None
64020161216_082928.jpg

Manifestação é contra fechamento de aterro

Cerca de 80 caçambeiros deixaram a manifestação na frente do aterro de entulhos no Jardim Noroeste, na BR-163, entre as saídas para Três Lagoas e Cuiabá, em Campo Grande, seguem em passeata pela cidade. O protesto que teve início por volta das 7h30 desta sexta-feira (16) foi motivado pelo fechamento do local onde as coletas eram descartadas.

O aterro de entulhos é uma área da Prefeitura que acumulava uma série de problemas ambientais. O local foi fechado nessa quinta-feira (15) por decisão do juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos Coletivos e Individuais Homogêneos, David de Oliveira Gomes Filho, atendendo pedido do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul). 

Em 2011, por meio de TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com o MPE, a Prefeitura havia se comprometido a cumprir acordo vencido em 2010, que previa a regularização do aterro.

Depois de seis anos, em setembro deste ano, a Justiça determinou que o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), fizesse uma vistoria no aterro, elaborando um laudo a respeito do cumprimento ou não das obrigações por parte do Município.

Após a manifestação, o Ministério Público reiterou o pedido de interdição do aterro e o Município, por sua vez, pediu mais 30 dias de prazo para se manifestar a respeito do laudo e o local foi fechado ontem quando um oficial de justiça interditou o local.

Por volta das 11 horas de hoje, os caçambeiros deixaram a manifestação no Jardim Noroeste e seguiram em carreta que deve ser encerrada até às 12 horas na Avenida Fernando Corrêa da Costa. 

Jornal Midiamax