Cotidiano

Bernal promete dar ‘boa notícia’ a funcionários terceirizados até fim do dia

Pelo menos 500 terceirizados do município já foram demitidos

Midiamax Publicado em 19/12/2016, às 13h09

None
img-20161219-wa0139.jpg

Pelo menos 500 terceirizados do município já foram demitidos

O prefeito Alcides Bernal prometeu hoje (19), aos dois mil funcionários da Seleta e Omep, que estão em frente ao Paço Municipal em protesto contra as demissões dos terceirizados, que até o final do dia os trabalhadores receberão uma “boa notícia”, e não descartou a possibilidade que o município realize uma contratação de emergência para empregar os 4 mil trabalhadores.  

Em cima de um carro de som, Bernal afirmou que vai tentar conversar com o  juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais de Campo Grande, que expediu a determinação das demissões, para que o dinheiro dos trabalhadores seja depositado em conta.

Caso a tentativa de acordo não seja aceita, uma das saídas sugeridas pelo prefeito é um “contrato emergencial com aqueles que não sejam fantasmas”. “Vou fazer de tudo para garantir que os trabalhadores tenham o direito deles”, disse.  Bernal tem mais 12 dias a frente da Prefeitura de Campo Grande.

Os trâmites legais para realizar a contratação não foi detalhada por Bernal, mas segundo ele, se o juiz não aceitar o pedido, irá preparar a a publicação da contratação com os pré-requisitos. Pelo menos 500 funcionários terceirizados do município já foram demitidos.

Sobre o pagamento direto aos funcionários, a administração municipal informou o método já é utilizado com os trabalhadores da Solurb desde o ano passado, no entanto, a medida só aprovado após decisão judicial.  

A decisão da justiça determina que terceirizados das entidades sejam demitidos imediatamente, a não obediência a determinação pode acarretar multa diária de R$ 10 mil por pessoa.

Jornal Midiamax