Cotidiano

Bernal diz que Capital precisa de mais alvarás de taxistas e mototaxista

 Prefeito prometeu que vai buscar solução junto à categoria

Midiamax Publicado em 28/01/2016, às 14h36

None
_mg_5820_copy.jpg

 Prefeito prometeu que vai buscar solução junto à categoria

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) admitiu que são necessários mais alvarás de taxistas e mototaxistas para atender a demanda da Capital. Nesta quinta-feira (28), o chefe do Executivo municipal disse que vai tentar uma solução para a categoria.

“Temos 400 alvarás e precisamos de mais de algumas centenas. Vamos fazer um trabalho com taxistas e mototaxistas para encontrarmos uma saída. Campo Grande precisa de mais alvarás”, declarou.

Em novembro de 2015 a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) publicou uma portaria suspendendo por seis meses, ou seja, até abril de 2016, a transferência de alvarás. Atualmente a Capital conta com 490 alvarás para exploração de táxis e a mesma quantidade para mototáxi, além dos auxiliares, cerca de 700 para cada categoria.

Nesta manhã, o prefeito participou da entrega das carteiras dos novos coordenadores dos pontos dos 76 pontos de táxi e 72 de mototáxi. Durante o evento o chefe do Executivo municipal afirmou que os condutores precisam aprender a dirigirem com profissionais de ambas as categorias.

“Os motoristas de Campo Grande têm de aprender a dirigir com os nossos taxistas e mototaxistas”, afirmou depois de destacar uma reportagem televisiva na qual um condutor aparecia dirigindo em alta velocidade, em uma rua com vários buracos. “Precisam dirigir com menos imprudência”, ressaltou.

Cleber Gellio/Midiamax

A entrega das carteiras dos novos coordenadores dos pontos de táxi e mototáxi foi realizada no auditório da Esplanada Ferroviária.  

Jornal Midiamax