Servidores estão reunidos na frente da Prefeitura

Uma comissão que representa servidores contratados pela Prefeitura por meio da OMEP (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar) e Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária) está reunida com o prefeito Alcides Bernal (PP) para tratar sobre a determinação judicial que obriga a demissão de mais de 4,3 mil trabalhadores.

A reunião começou por volta das 9h50, desta terça-feira (17). Os servidores foram recebidos durante protesto na frente do prédio da Prefeitura. O grupo de manifestantes reivindica concurso interno para regularizar a situação dos funcionários, que conforme decisão judicial devem ser demitidos.

A ordem de demissão é decorrente de irregularidades contratuais apontadas por meio do MPE (Ministério Público Estadual).  As denúncias de são antigas. Em 2011, um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), renovado por duas vezes, foi firmado a fim de sanar o problema, no entanto, foi descumprido pelos gestores municipal.

Nesta manhã, cerca de 100 servidores se reuniram na Praça do Rádio Clube e depois seguiram em passeata até o prédio da Prefeitura, onde permanecem a espera do fim da reunião entre o prefeito e a comissão que representa os trabalhadores.