Cotidiano

Assentado que não inscrever propriedade no CAR sofrerá prejuízo, alerta Incra

Registro encerra amanhã

Midiamax Publicado em 04/05/2016, às 15h21

None
car.jpg

Registro encerra amanhã

O prazo para fazer o CAR (Cadastro Ambiental Rural) no Mato Grosso do Sul termina amanhã (5), e é um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais. O assentado que não se inscrever sofrerá prejuízos, como o de não conseguir quitar pendências em órgãos ambientais.

O CAR tem por finalidade integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente (APP), das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas das propriedades e posses rurais do país.

Em Mato Grosso do Sul todos os assentamentos não emancipados, ou seja, ainda sob supervisão do Incra já foram inscritos no CAR. Porém, os proprietários de lotes dos assentamentos mais antigos, já consolidados e emancipados, que ainda não se cadastraram devem procurar o escritório da Agraer de seu município para dar início ao cadastramento.

Segundo o superintendente do Incra, Humberto de Mello Pereira, o assentado que não se inscrever não terá acesso a benefícios como a quitação de pendências junto aos órgãos ambientais, acesso a linhas de crédito agrícola e a isenção de impostos na obtenção de materiais e insumos para a recuperação de áreas ambientalmente degradadas.

Jornal Midiamax