Cotidiano

Após protestos, Agetran promete instalar quebra-molas e sinalização na Guaicurus no sábado

  Eles cobraram investimentos na segurança do trânsito

Midiamax Publicado em 11/11/2016, às 19h24

None
5f19d230-4275-47e0-b205-c2ef69c1c730.jpg

Eles cobraram investimentos na segurança do trânsito

Após o bloqueio da Avenida Guaicurus nessa manhã (11), em protesto à situação do trânsito, os moradores conseguiram uma reunião com o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Elídio Pinheiro, para cobrar melhorias no local. Durante o encontro, o diretor prometeu que no sábado (12) a Agetran irá instalar um quebra-molas e sinalização no local.

“Agora em parceria entre a Agetran e a Seintrha neste sábado (12) será implantado um quebra-molas e nova sinalização para trazer mais segurança à comunidade local e assim evitar acidentes”, disse o diretor. A informação foi publicada no site da Prefeitura de Campo Grande.

Protesto

Chamada de pista de corrida pelos moradores da região, a Avenida Guaicurus foi bloqueada na manhã desta sexta-feira (11), na altura da Vila Julieta, no cruzamento onde uma idosa morreu em um acidente na última quarta-feira (9). 

Com pneus e madeiras, os moradores impediram a passagem de carros e cobram medidas do poder público para reordenação do trânsito e evitar novas tragédias. Eles dizem que as interdições da avenida serão frequentes até serem atendidos 

Segundo o presidente do Bairro Jardim Moema, Mário Rodrigues da Silva, a Prefeitura já foi procurada diversas vezes por moradores e comerciantes da região que reclamavam sobre os problemas de sinalização. Para quem vive na região, a solução seria a instalação de uma lombada, semáforo e o alinhamento do cruzamento com a Rua Mariazinha Maravieski. 

“Isso aqui virou uma pista de corrida e a rua não dá de frente e tem que ir mais para frente para enxergar. no entanto, tem um poste que atrapalha a visão”, reclama.

No último acidente fatal, que vitimou a paranaense Cecília Paredes, 73 anos, o condutor do carro em que ela estava seguia exatamente da Rua Mariazinha Maravieski para entrar na Avenida Guaicurus. Por imagens de uma câmera de segurança, é possível ver que ele atravessou a Guaicurus em baixa velocidade e foi atingido por um Gol que seguia na via preferencial. 

Jornal Midiamax