Com hérnia umbilical, bebê precisa de cirurgia com urgência

Com apenas 54 dias de vida a pequena Rita já enfrente problemas de ‘gente grande'. Diagnosticada com hérnia umbilical, ela precisa com urgência realizar uma cirurgia, mas a informação que a mãe da bebê, Jéssica Fernanda de Carvalho, de 19 anos, recebeu é que nenhum hospital da rede pública poderá realizar o procedimento por falta de vaga.

Jéssica conta que Rita nasceu no dia 18 de maio através de uma cesariana na Maternidade Cândido Mariano, na Capital. Quatro dias depois do procedimento cirúrgico mãe e filha tiveram alta, mas antes de sair do hospital Jéssica teria indagado a médica que avaliou a bebê a respeito da saliência no umbigo de Rita.

“Os médicos disseram que era normal, então ela saiu do hospital assim”, conta Jéssica. Mãe de primeira viagem ela conta que no começo não se preocupou, mas com com o passar dos dias a saliência que deveria estar diminuindo, estava crescendo. Foi quando ela foi alertada por familiares e orientada a levar Rita ao médico.

No dia 28 de junho ela conta que levou a filha na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Bairro Caiçara e logo no início da consulta veio o diagnóstico: hérnia umbilical. O encaminhamento para uma cirurgia de urgência foi entregue pelo médico, mas ao tentar marcá-la Jéssica foi informada que não havia vagas.

Pouco tempo depois, Jéssica conta que fez uma nova tentativa de marcar a cirurgia, mas novamente foi informada que não havia vaga. A reportagem do Jornal Midiamax entrou em contato com a (Secretaria Municipal de Saúde Pública de ), mas até a publicação desta matéria a secretaria não havia se manifestado sobre o caso.