Cotidiano

Acusada de matar manicure é eleita a mais bela interna de penitenciária

Jovem está detida há oito meses 

Clayton Neves Publicado em 16/09/2016, às 00h42

None
img_6003.jpg

Jovem está detida há oito meses 

Gabriela Antunes, de 20 anos, venceu na manha desta quinta-feira (15) a 14ª edição do concurso Miss Primavera que anualmente elege a mais bela interna do Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi. A jovem está presa há oito meses pelo homicídio da manicure Jennifer Nayara Guilhermete de Moares, 22 anos, em janeiro deste ano.

“Fiquei refletindo sobre a minha vida inteira, sobre o lugar onde eu estou, não precisava disso, foi um momento de muita fúria, no calor da emoção eu fiz o que eu fiz, e, em poucas horas, eu destruí minha vida, mas estou pagando pelo que eu fiz, pretendo sair pra rua regenerada”, declarou Gabriela após a vitória.

Ao todo, nove candidatas participaram da disputa que reuniu beleza, elegância e esperança. Na passarela, as candidatas desfilaram nos trajes primaveril, banho e gala. Todas receberam cuidados especiais nos cabelos e foram maquiadas por profissionais. Além do desfile, as candidatas apresentaram coreografias, ensaiadas por servidoras penitenciárias, arrancando aplausos dos jurados e da plateia.

O corpo de jurados foi formado por autoridades, empresários colaboradores, colunista social, a ex-BBB Priscila Pires e o Mister MS, Geraldo Moreira.

A segunda colocação ficou com a mineira Juliana Keli, de 18 anos, presa por tráfico de de drogas e o terceiro lugar com a veterana no Miss Primavera, a interna Adelaine Silva, 22 anos. Esta foi a segunda fez que participou da disputa.

Em novembro acontece a etapa estadual do concurso, o Miss Penitenciária, promovido pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), que reunirá as demais eleitas nos outros presídios femininos do Estado.

Jornal Midiamax