Cotidiano

Solurb pede liberação de R$ 6,4 milhões da Prefeitura para arcar com despesas

Dos R$ 19 milhões bloqueados, empresa recebeu R$ 1,5 milhão

Evelin Cáceres Publicado em 15/10/2015, às 18h10

None
img-20151008-wa0026.jpg

Dos R$ 19 milhões bloqueados, empresa recebeu R$ 1,5 milhão

A Solurb, empresa de coleta de lixo de Campo Grande, pede para que a Justiça libere o montante já bloqueado da Prefeitura para comprar combustível, financiamentos dos veículos, aquisição de peças, pagamento de água, luz e outras despesas para dar continuidade ao serviço.

O pedido é da última terça-feira (13) e comunica à Justiça que dos R$ 19 milhões bloqueados da Prefeitura, apenas R$ 1,5 milhão foi disponibilizado para a empresa, valor insuficiente para arcar com as despesas mínimas. No pedido, a empresa anexou as planilhas de gastos.

A empresa pede que a Justiça faça o levantamento do total já bloqueado e a liberação de até R$ 12.736.736,07, “ou alternativamente, o mínimo necessário de R$ 6.458.144,90 a fim de viabilizar o pagamento dos fornecedores e demais prestadores de serviços essenciais à atividade-fim da concessionária”.

O juiz Alexandre Tsuyoshi Ito informou na ação que a Prefeitura tem dez dias para se manifestar sobre os dados repassados pela Solurb e pediu urgência, após a resposta, na análise dos autos. 

Jornal Midiamax