Cotidiano

Servidores do INSS esperam nova proposta do governo para colocar fim à greve

Proposta deve ser apresentada na próxima semana

Thatiana Melo Publicado em 12/08/2015, às 12h33

None
img-20150721-wa0012_pequena.jpg

Proposta deve ser apresentada na próxima semana

O governo federal deve apresentar na próxima semana uma proposta para os servidores em greve, tanto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) quanto servidores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

De acordo com Henrique Martini, do comando de greve do INSS, houve uma reunião com o secretário de recursos humanos do governo federal, Sérgio Mendonça, em Brasília, nesta terça-feira (11). O secretário afirmou que na próxima semana deve apresentar uma proposta concreta.

“Temos a expectativa de que tudo se resolva na semana que vem”, fala Henrique que ainda explica que a categoria não volta aos trabalhos se não houver um acordo que atenda às questões essenciais.

A categoria reivindica a carga horária dos servidores, incorporação das gratificações e o reajuste de 27%. Segundo informações 12 mil servidores já têm abono de permanência, mas não se aposentam já que perdem 50% dos salários.

O Estado tem cerca de 800 servidores e de acordo com informações seriam necessários mais 1.200  funcionários, já que no interior tem agências que trabalham com apenas um servidor, como é o caso da agência de Anastácio.

Os servidores estão em greve desde o dia 10 de julho, e as 37 agências em Mato Grosso do Sul estão paralisadas, de acordo com o comando de greve, apenas remarcando as perícias médicas dos segurados.

Jornal Midiamax