Cotidiano

Sem avanços em negociações professores da rede municipal mantêm greve

Mil alunos devem ficar sem aulas na próxima segunda-feira (25).

Thatiana Melo Publicado em 21/05/2015, às 12h04

None
_mg_8060.jpg

Mil alunos devem ficar sem aulas na próxima segunda-feira (25).

Sem nenhum avanço nas negociações os professores da Rede Municipal de Ensino mantêm a greve votada em assembleia, no dia 19, para a próxima segunda-feira (25).  De acordo com o presidente da ACP (Associação Campo-Grandense dos Profissionais em Educação), Geraldo Gonçalves, na última terça-feira (19), em reunião o secretário Wilson do Prado afirmou não ter como conceder o reajuste.

“Estamos abertos à negociação. Mas, até agora não chamaram para apresentar propostas, e sim para avisar que não tem como conceder o reajuste, já que a Prefeitura não possui dinheiro”, explica Geraldo.

Ainda de acordo com Geraldo sem a possibilidade de uma negociação a greve para a próxima segunda-feira (25) será mantida. “A greve é um grito de socorro, não temos alternativa”, fala.

 Ao todo a Reme tem 8 mil professores, sendo 6 mil concursados e 2 mil contratados, que com a paralisação da categoria irá deixar mil alunos sem aulas.

O reajuste pedido pela categoria é de 13,01%, o que elevaria o salário da categoria de R$ 1.697 para R$ 1.917.

Jornal Midiamax