Cotidiano

Secretário não demite recreadoras e tenta acordo com sindicato

Reunião nesta segunda-feira tenta por fim a impasse

Thatiana Melo Publicado em 18/05/2015, às 14h14

None
img-20150515-wa0015.jpg

Reunião nesta segunda-feira tenta por fim a impasse

Logo após ameaçar de demissão as mais de 2 mil funcionárias dos Ceinfs (Centro de Educação Infantil) e Cras (Centro de Referência de Assistência Social) por causa da greve deflagrada na última quarta-feira (13), o secretário da Semed (Secretaria Municipal de Educação), Wilson do Prado, voltou atrás e pediu que as funcionárias voltassem às salas de aula.

De acordo com a vice-presidente do Senalba/MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional no Estado de Mato Grosso do Sul), Elenir Azevedo, o sindicato tenta um acordo com a Prefeitura, na manhã desta segunda-feira (18), em reunião na sede da secretaria.

 “Depois de várias retaliações agora tentamos um acordo para colocar fim ao impasse”, afirma Elenir.

Greve

A greve das funcionárias teve início na última quarta-feira (13), quando não houve acordo sobre o reajuste salarial de 9%. A redução da carga horária de sete horas para seis horas foi concedida pela Prefeitura, mas o impasse sobre o reajuste não teve acordo.

Jornal Midiamax