Cotidiano

‘Reinaldo devia acionar judicialmente Puccinelli’, dizem servidores da saúde

Governo alega que não pode conceder reajuste a servidores da saúde

Ludyney Moura Publicado em 20/05/2015, às 20h07

None
puccinelli.jpg

Governo alega que não pode conceder reajuste a servidores da saúde

Após reunião com comissão especial montada para negociar reajuste com categorias de servidores do Estado, o presidente do Sintss/MS (Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social no Mato Grosso do Sul), Alexandre Costa, questionou o aumento dado pelo ex-governador André Puccinelli (PMDB).

“O governador Reinaldo Azambuja deveria acionar judicialmente o governador André Puccinelli por improbidade administrativa e não aceitar essa lei”, apontou Costa, citando o reajuste concedido no final de 2014 pelo peemedebista a titulo de ‘correção e distorção’ salarial.

No encontro desta quarta-feira (20), o secretário estadual de governo, Eduardo Riedel, voltou a defender a tese de que a administração estadual não tem condições de conceder nenhum tipo de reajuste aos servidores. Além disso já ter sido feito pelo ex-governador, a queda na arrecadação impossibilita a medida.

Segundo o sindicalista, em maio de 2014 o ex-governador concedeu um reajuste de 7% no mês de maio, data-base do servidor, e outro aumento de 12% para corrigir distorções na remuneração dos funcionários do governo estadual.

Um parecer da PGE (Procuradoria-Geral do Estado) embasa a tese do governo. Costa questiona que a mesma entidade também embasou a decisão de Puccinelli.

Com o indicativo de que não terão reajuste neste período de data-base, o sindicato dos servidores da saúde querem que o governo antecipe o reajuste de maio de 2016 para dezembro de 2015.

Após o encontro, a categoria vai se reunir e discutir os argumentos apresentados pelo governo, para então definir ações com o restante dos servidores.

Para o presidente do Sintss/MS o ponto positivo do encontro com o governo, foi a sinalização da criação de um Plano de Cargos e Carreiras para os servidores da saúde, uma antiga reivindicação da categoria. 

Jornal Midiamax