Cotidiano

Protesto chega ao Estado e caminhoneiros bloqueiam MS-134

MS-276 também deve ser bloqueada

Midiamax Publicado em 09/11/2015, às 16h10

None
caminhoneiros.jpg

MS-276 também deve ser bloqueada

O protesto dos caminhoneiros contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), que teve início na manhã desta segunda-feira (9), em várias rodovias do país chegou a Mato Grosso do Sul. Um grupo interditou a MS-134, próximo no km 121, em Nova Andradina, distante 297 quilômetros de Campo Grande.

A interdição foi confirmada pela Polícia Militar Rodoviária. O presidente do Sindicam – MS (Sindicato dos Caminhoneiros de Mato Grosso do Sul), Osny Bellinati, diz que a interdição não está relacionada ao protesto que ocorre no país.

"Mandaram um grupo de sem-terra interditar a rodovia e acham que a o protesto. Só estão fazendo graça. Ninguém sabe quem está liderando essa paralisação. Já mandamos alguns companheiros ver o que estão pedindo", declara.

Segundo o site local, Nova News, o bloqueio ocorreu na frente do Centro de Diagnóstico do Hospital de Câncer, na saída para Nova Casa Verde, rodovia que dá acesso a Campo Grande.

Conforme as informações da Polícia Militar Rodoviária, os manifestantes bloquearam a passagem de caminhões e carretas e permitem o tráfego de carga viva, veículos de passeio, ônibus e ambulâncias. Outro bloqueio está previsto na MS-276, no km 186, em Batayporã, município que faz divisa com São Paulo e Paraná. 

A Polícia Militar Rodoviária diz que o protesto na MS-134 ocorre de forma pacífica. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) afirma que ainda não houve nenhum protesto nas rodoviais federais no Estado.  

Jornal Midiamax