Promotor chama médicos e Prefeitura para reunião de emergência sobre greve

Promotoria convocou reunião de urgência para esta tarde
| 15/05/2015
- 17:00
Promotor chama médicos e Prefeitura para reunião de emergência sobre greve

Promotoria convocou reunião de urgência para esta tarde

O MPE-MS (Ministério Público Estadual em Mato Grosso do Sul) abriu inquérito para apurar a retomada da dos médicos da rede pública de saúde. Ontem (14), os profissionais, que mantinham estado de greve, decidiram em assembleia por paralisar os serviços novamente.

Conforme publicado, na edição desta sexta-feira (15), do Diário Oficial do Ministério Público, o inquérito tem o objetivo de ‘apurar a continuidade da prestação dos serviços de saúde na rede municipal durante o período de greve dos médicos’. A propositura do inquérito é de autoria da promotora Filomena Aparecida Depólito, responsável pela Promotoria de Justiça de Saúde Pública.

Para começar as apurações a respeito do impasse, a Promotoria marcou também uma reunião às 14 horas, nesta sexta, com a Prefeitura de Campo Grande e o Sindicato dos Médicos.

Na segunda-feira (11), os profissionais decidiram voltar 100% ao trabalho e manter o que a categoria chamou de “Estado de Greve, como forma de demonstrar boa vontade com o Município e em respeito à população”. Uma das reivindicações dos médicos é a volta do pagamento de gratificações e publicação da mesma no Diário Oficial, o que não ocorreu até quarta-feira.

Por isso, os médicos resolveram paralisar as atividades nos postos de saúde. Será mantido, segundo o sindicato, o atendimento com 50% do efetivo médico nas UPAs e CRSs 24 horas, de forma a garantir o atendimento de urgência e emergência.

Veja também

Um caminhão caçamba transportando com uma pá carregadeira

Últimas notícias