Cotidiano

Professores se voltam contra vereadores e prometem levar 50 pizzas à Câmara

ACP afirma que vereadores não ajudaram em negociação 

Midiamax Publicado em 07/07/2015, às 21h55

None
geraldo_acp.jpg

ACP afirma que vereadores não ajudaram em negociação 

Como uma forma de protestar os professores que estão em greve vão levar 50 pizzas aos vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quarta-feira (8). De acordo com o presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Professores da Educação Pública), Geraldo Gonçalves, o objetivo é pressionar os vereadores já que eles não tomaram nenhuma atitude positiva em relação a negociação dos docentes com o executivo municipal.

“Não fizeram nada até agora, vamos fazer um festival de pizza para eles. Temos vários professores e não fizeram nada a favor da categoria”.

As pizzas devem ser distribuídas durante a seção desta quarta-feira para os vereadores presentes, ao todo a Câmara tem 29 parlamentares. Em relação a negociação com a Prefeitura, Geraldo afirmou que apresentou uma proposta para que os 13,01% sejam divididos dez parcelas e que a Prefeitura pediu para eles esperarem até agosto para uma nova negociação.

Geraldo disse ainda que pediu ao executivo que assinasse um documento junto ao MPE (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) para que ficasse firmado um acordo, mas que a Prefeitura se recusou a fazer um documento e por isso os docentes não aceitaram conversar só em agosto. 

Jornal Midiamax