Prefeitura reenvia proposta rejeitada e espera fim da greve dos professores

Proposta foi rejeitada pela ACP no dia 9
| 25/07/2015
- 00:27
Prefeitura reenvia proposta rejeitada e espera fim da greve dos professores

Proposta foi rejeitada pela ACP no dia 9

Apesar de os municipais de Campo Grande já terem rejeitado a última proposta enviada pela Prefeitura, o Executivo municipal manteve o conteúdo e o reenviou a ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), na tarde desta sexta-feira (24).  

De acordo com o secretário de Administração da Prefeitura, Wilson do Prado, a proposta foi mantida pelos mesmos motivos alegados outrora: não há condições financeiras para conceder a aplicação dos 13.01% nos salários dos professores.

“O Município tem que continuar com a proposta, pois qualquer mudança não poderá ser cumprida, pois isto mantivemos nossa posição”, disse do Prado.

No último dia 9 de julho os professores receberam da Prefeitura a proposta da aplicação de 0,85% nos salários de setembro deste ano até junho de 2016, com a garantia de voltarem a discutir 4,6% no dia 19 de outubro. Em assembleia, os docentes deliberaram por não acatar a sugestão.

Agora, ainda com a greve suspensa, o sindicato fará nova reunião na segunda-feira (27), um dia antes do início do segundo semestre, para decidirem novamente se continuam ou não com a paralisação.

De acordo com levantamento da ACP, antes de suspenderam a greve por causa das férias escolares, das 96 unidades da Reme 29 delas funcionavam plenamente. 

Veja também

Os pontos de vacinação estão distribuídos entre unidades de saúde, shoppings e um ginásio

Últimas notícias