Cotidiano

Para não se molharem, passageiros têm de usar guarda-chuva dentro de ônibus

Flagrante foi feito na linha 080

Wendy Tonhati Publicado em 30/09/2015, às 11h51

None
img-20150930-wa0002.jpg

Flagrante foi feito na linha 080

Para se proteger da forte chuva da manhã desta quarta-feira (30), passageiros do transporte coletivo de Campo Grande precisaram recorrer ao uso de guarda-chuva dentro de um ônibus que faz uma das mais movimentadas e importantes linhas da Capital. A situação foi flagrada por uma leitora do Jornal Midiamax que enviou a foto pelo WhatsApp. 

De acordo com Sibila Gawlisnki, que usa todos os dias os ônibus campo-grandenses, a foto foi feita por volta das 5h40, no ônibus da linha 080 (Aero Rancho – General Osório). Segundo ela, este é o primeiro ônibus da manhã no Terminal Bandeirantes. “Está caindo muita água naquela borracha sanfonada, molhando os passageiros. Fora a lotação, ainda tem esta situação”, denuncia.  

No último sábado (26), uma passageira flagrou goteiras, infiltrações e assentos molhados no ônibus da linha Marcos Roberto (121). De acordo com a jovem, não era possível se sentar nos bancos, pois estavam todos encharcados.  

De acordo com a Assetur (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano), quando constatado este tipo de problema, é feito o reparo do carro. Os usuários podem ligar para a empresa para informar o defeito. 

Aumento

Na semana passada, a Câmara Municipal realizou uma audiência pública para discutir o preço da passagem de ônibus. Os empresários compareceram à reunião e antes mesmo do começo da audiência, já informaram que mesmo com a redução da alíquota do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel, a tarifa não vai ser reduzida.

Em novembro, os empresários vão discutir o valor do passe e a possibilidade é de que o valor aumente. Os empresários justificam o aumento com base na integração, gratuidade dos estudantes e agora, o pedágio de Anhanduí.

WhatsApp: fale com os jornalistas

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Jornal Midiamax