Cotidiano

Pai denuncia suposta medicação errada receitada por médica do Cempe

Medicação para crianças maiores de seis meses foi receitada ao bebê de 1 mês

Wendy Tonhati Publicado em 16/11/2015, às 13h50

None
1.jpg

Medicação para crianças maiores de seis meses foi receitada ao bebê de 1 mês

Uma médica do Pai (Pronto Atendimento Integrado), também conhecido como Cempe (Centro Municipal Pediátrico) teria receitado um medicamento contraindicado em bebês menores de seis meses, para uma recém-nascida de apenas um mês e dez dias. 

De acordo com o pai do bebê, o vigilante Dalmácio Ortiz Martins, o remédio foi comprado conforme a prescrição médica e na hora de dar à criança, foi verificado um aviso na embalagem, sobre o perigo de sufocamento de menores de seis meses. 

Conforme o vigilante, no último sábado (14), ele e a mulher levaram a filha ao Cempe por volta das 11 horas, por conta de “sapinhos” na boca. “Ela estava com sapinho na boca, 'enjoada' para mamar por estar doendo. Levamos às 11 horas e só fomos atendidos as 16 horas”, diz. A médica, que terá o nome preservado, receitou dois medicamentos: Micostatin e Daktarin, sendo o último, um gel, não recomendado para bebês da idade da filha de Dalmácio.

Como os remédios não estavam disponíveis na farmácia da unidade de saúde, a família comprou os dois e descobriu em casa que um teria sido prescrito erradamente. “Como a medica passa isso para minha filha? Se eu não leio a bula, como estaria a minha filha?

Conforme o pai, será feita uma denúncia à Prefeitura e a família pretende procurar um advogado. “É um risco de vida”, diz. 

A Prefeitura de Campo Grande foi procurada pelo Jornal Midiamax para se manifestar sobre o ocorrido, porém, informou que “Não há como falar a respeito, sem que eles façam uma reclamação à Sesau [Secretaria Municipal de Saúde] ou para a Ouvidoria”.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax