MPE abre inquérito civil para apurar irregularidades na Câmara de Campo Grande

Inquérito vai apurar irregularidade na não devolução do “saldo de caixa”
| 07/05/2015
- 00:51
MPE abre inquérito civil para apurar irregularidades na Câmara de Campo Grande

Inquérito vai apurar irregularidade na não devolução do “saldo de caixa”

O MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) abriu um inquérito civil para apurar eventual irregularidade praticada pela Câmara Municipal de Campo Grande. De acordo com o diário do MPE publicado nesta quarta-feira (6), o promotor João Girelli ficará responsável pelo inquérito.

Ainda de acordo com a publicação do MPE, o inquérito civil pretende apurar irregularidade praticada na não devolução do “saldo de caixa” ao Poder Executivo Municipal, bem como na ausência do repasse constitucional das retenções de Imposto de Renda aos seus servidores.

Além da Câmara Municipal, o MPE abriu um inquérito civil para apurar práticas abusivas cometidas pela Universidade Anhanguera Uniderp. De acordo com o diário do MPE, o promotor Fabrício Azambuja é responsável pelo inquérito. 

Veja também

Agência diz que está entrando em contato com as famílias para que elas ocupem os apartementos

Últimas notícias