Cotidiano

Membros da ACP tomam café com prefeito e falam em novo parcelamento

Restante de 4,51% seria parcelado em 2016

Thatiana Melo Publicado em 18/06/2015, às 13h35

None
img-20150618-wa0016.jpg

Restante de 4,51% seria parcelado em 2016

Na manhã desta quinta-feira (18) membros do ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais de Educação Pública), estiveram na frente da casa do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, para tomar ‘café da manhã’, e tentar acordo que coloque fim à greve de 24 dias. Aproximadamente 15 professores participaram da mobilização.

“Fomos recebidos pelo prefeito e ele informou que não tem dinheiro para dar o reajuste de 13,01% na totalidade neste ano ainda”, fala Geraldo Gonçalves, presidente do ACP. Geraldo ainda diz que uma nova proposta será encaminhada ao prefeito depois de uma votação em assembleia.

De acordo com Geraldo o presidente da câmara de vereadores, Mário César, deve levar a indicação de um novo parcelamento a Gilmar Olarte.”Vamos fazer uma nova proposta para que o restante do percentual de 4,51% seja parcelado para 2016, em janeiro, fevereiro e março”, explica.

Sobre a reposição das aulas, o presidente do sindicato, não soube precisar quantos dias seriam necessários para fechar o calendário escolar. “Só depois do fim da greve é que poderemos fazer este balanço, mas posso garantir que os alunos não vão ficar sem férias”.

Jornal Midiamax