Cotidiano

Mato Grosso do Sul é o 7° estado no ranking de mortes por acidentes de moto

Acidentes com motos aumentaram em 115% internações no SUS

Midiamax Publicado em 21/05/2015, às 21h39

None
img-20150427-wa0128.jpg

Acidentes com motos aumentaram em 115% internações no SUS

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, Mato Grosso do Sul é o 7° estado no ranking nacional de mortes por acidente de moto. O estado está ainda, com quase o dobro da média nacional de taxa de mortalidade: 11,3 para cada 100 mil habitantes. No Brasil o índice é de 6,3 mortes por 100 mil habitantes.

Nos últimos seis anos, acidentes com motos foram responsáveis pelo crescimento de 115% das internações hospitalares no SUS em Mato Grosso do Sul. Foram mais de 1.000 internações em 2014, representando gasto de R$ 1,2 milhão. Em 2013, morreram 268 pessoas por conta de acidentes de moto no estado.

Nacional

Segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 4.292 mortes de motociclistas em 2003, número 280% menor do que o registrado 10 anos depois (12.040). Parte do aumento de acidentes envolvendo motos se deve ao crescimento vertiginoso da frota no país. Entre 2003 e 2013, o número de motocicletas aumentou 247,1%, enquanto a população teve um crescimento de 11%.

De 2008 a 2013, o número de internações devido a acidentes de transporte terrestre aumentou 72,4%. Considerando apenas os acidentes envolvendo motociclistas, o índice chega a 115%. Em 2013, o SUS registrou 170.805 internações por acidentes de trânsito e R$ 231 milhões foram gastos no atendimento às vitimas.

Desse total, 88.682 foram decorrentes de motos, o que gerou um custo ao SUS de R$ 114 milhões – crescimento de 170,8% em relação a 2008. Esse valor não inclui custos com reabilitação, medicação e o impacto em outras áreas da saúde.

(Com informações da Agência Brasil)

Jornal Midiamax