Cotidiano

Justiça manda Prefeitura devolver botijões de gás a antigo fornecedor

Prefeito diz que vai recorrer da decisão

Midiamax Publicado em 07/11/2015, às 16h10

None
botijoes.jpg

Prefeito diz que vai recorrer da decisão

A justiça ordenou a Prefeitura de Aquidauana, distante 143 quilômetros de Campo Grande, a devolver oito botijões GLP P13 e 78 vasilhames P45 à empresa Nascente Gás Comércio e Representações Ltda, à antiga fornecedora de gás do município.

Segundo o site local, Aquidauana News, a liminar assinada pelo desembargador Sideni Poncini Pimentel, ordenou que os 86 vasilhames fossem recolhidos nessa sexta-feira (7), até mesmo das escolas e creches municipais.

Conforme as informações, os vasilhames estavam sendo utilizados de “forma irregular” pela empresa A.M.S – EPP, que fornece gás ao município desde março de 2013, após vencer o pregão.

Ao Jornal Midiamax, o prefeito, José Henrique Trindade, afirma que não há documento que comprove que os botijões pertencem à Nascente Gás Comércio e Representações Ltda e que vai recorrer da decisão.

"Essa questão vem desde a gestão anterior. A empresa diz que tinha esse débito, mas nunca encontrei nenhum documento que comprove que ela seja dona dos vasilhames. Conseguiram uma liminar, não fui citado e vou recorrer", garante.

O chefe do Executivo municipal destaca ainda que o objetivo é esclarecer se os vasilhames pertencem ou não à empresa. “Estou tentando preservar o patrimônio público. Se for da empresa tudo bem para nós. Estamos falando de R$ 20 ou R$ 30 mil, não é problema nenhum. O judiciário é quem decide”, frisa.

Questionado sobre a possibilidade das escolas e creches ficarem sem merendas por conta da falta dos botijões de gás, o prefeito justifica que está fazendo um levantamento dos locais onde os vasilhames foram recolhidos para que a situação seja normalizada.  

Jornal Midiamax