Ademar Pereira nasceu na cidade de Dourados

O juiz aposentado sul-mato-grossense Ademar Pereira morreu nesta sexta-feira (29) em vítima de câncer. O corpo do magistrado será velado na Av. Otávio Braga de Mesquita, 3535, cemitério Primavera I, Guarulhos (SP), a partir das 17 horas. O sepultamento será neste sábado (30), às 10 horas.

Ademar foi pró-reitor e diretor da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo e também chegou a ser diretor da Faculdade de Direito Unigran. Ele deixa esposa e filhos.

Nascido em Dourados (a 220 quilômetros da Capital), Ademar era mestre em Direito Político e Econômico pela Mackenzie; doutor em Direito pela Universidade de Salamanca – Espanha; professor titular de Direito Comercial da Faculdade de Direito da Mackenzie; vice-presidente da Comissão Nacional de Ensino Jurídico do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); membro da Comissão Técnica do Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) e do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).