Cotidiano

Há 41 dias em greve professores aguardam reunião na Justiça

Pedido de audiência deve ser apreciado ainda nesta semana

Thatiana Melo Publicado em 06/07/2015, às 11h39

None
geraldo_presidente_da_acp_pequena.jpg

Pedido de audiência deve ser apreciado ainda nesta semana

Professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) esperam que nesta semana seja marcada uma audiência de conciliação para colocar fim à greve, que já dura 41 dias. “Não tivemos nenhum avanço nas negociações, e esperamos resolver a questão ainda nesta semana”, explica Geraldo Gonçalves, presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública).

De acordo com informações do advogado do sindicato, Ronaldo Franco, o relator do caso, o desembargador Romero Osme Dias Lopes, ainda não apreciou o pedido, que deve ser feito ainda nesta semana. O pedido segundo Franco foi feito no dia 1º de julho pela ACP e pelo Ministério Público.

Greve

A paralisação da rede municipal ocorreu no dia 25 de maio, quando professores não entraram em acordo com o Executivo municipal sobre o reajuste da categoria para integralização do piso salarial. A reivindicação da categoria é de reajuste de 13,01%, a Prefeitura de Campo Grande afirmou por diversas vezes não ter como garantir este aumento, já que cumpre a lei e paga valores superiores, e ofereceu à categoria um aumento de 8,5%, a ser parcelado até dezembro.

A categoria rejeitou a proposta e em contrapartida fez uma nova proposta para o Executivo municipal do reajuste fixado em 13,01%, mas com parcelamento de ‘Casas Bahia’ citado pelo próprio sindicato até 2016.

Jornal Midiamax