Fazendeiros devem tirar gado de terras ocupadas por índios em até 120 dias

Índios pedem demarcação de 17 fazendas
| 31/07/2015
- 22:27
Fazendeiros devem tirar gado de terras ocupadas por índios em até 120 dias

Índios pedem demarcação de 17 fazendas

Fazendeiros que tiveram propriedades do distrito de Taunay, na região de Aquidauana, ocupadas por índios terenas definiram junto à Justiça que devem retirar o gado e pertences em até 120 dias. 

O prazo, de 60 a 120 dia, dado aos produtores rurais, foi deliberado nessa quinta-feira (30) depois de mediação realizada pelo juiz federal Pedro Pereira dos Santos. O magistrado esteve ontem na região no intuito de mediar a negociação entre fazendeiros e indígenas, mas até o momento não se sabe se houve outras decisões. A Justiça ficou de comentar o assunto até o fim desta sexta-feira.

José Lippe, dono da fazenda Ouro Preto, antecipou que apenas houve o acordo para retirar o gado e ele, e os demais fazendeiros, ainda esperam por decisão judicial. Somente da propriedade dele um rebanho com 1.600 animais devem ser retirados.

“Vamos aguardar agora, não sei qual será a decisão da Justiça”, disse.

Desde a última segunda-feira indígenas da Aldeia da Taunay estão acampados nas fazendas Ouro Preto, Cristalina e Persistência. Outras duas propriedades, Esperança e Maria do Carmo, também localizadas no distrito, foram ocupadas pelos índios há dois anos.

Segundo Gilson Tiago, uma das lideranças dos índios, eles querem, ao todo, a demarcação de 17 fazendas, que, segundo eles, pertencem aos terenas. Conforme o líder do movimento, hoje os índios possuem aproximadamente 18 mil hectares da área.

Veja também

Veja quem tem direito ao Auxílio Taxista e as datas das parcelas

Últimas notícias