Depois de seis horas de interdição, MST libera trecho da BR-267

Grupo ainda não teve resposta de Brasília e pista pode ser interditada novamente
| 07/05/2015
- 19:58
Depois de seis horas de interdição, MST libera trecho da BR-267

Grupo ainda não teve resposta de Brasília e pista pode ser interditada novamente

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que por volta das 12h20, desta quinta-feira (7), os manifestantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais ), liberaram a BR-267 em Nova Andradina, distante 297 quilômetros de Campo Grande. A rodovia havia sido interditada no início da manhã de hoje.

Segundo a PRF, o bloqueio começou por volta das 6 horas, no Km 132. Cerca de 100 manifestantes participaram do protesto. Durante a interdição, a pista foi liberada apenas para a passagem de ambulâncias e cargas perecíveis.

O coordenador estadual do MST-MS, Claiton Neves, disse em entrevista ao Jornal Midiamax que a pista só seria liberada depois que houvesse uma resposta de Brasília quanto à nomeação de um novo superintendente para o -MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Mato Grosso do Sul).

A assessoria de comunicação do MST-MS afirma que até o momento não houve posicionamento de Brasília. Até o momento a informação é de que a pista foi liberada provisoriamente e que os manifestantes podem fazer novo bloqueio na rodovia.

Em Campo Grande, outro grupo com cerca de 500 pessoas permanece acampado na sede do Incra. Os manifestantes ocuparam o local na manhã dessa quarta-feira (6), por volta das 8 horas e afirmam que só desocuparão a sede do Instituto após a nomeação de novo superintendente.

Nesta quinta-feira, representantes do MST participarão de audiência pública na Assembleia Legislativa, às 14 horas para discutir o assunto.

Veja também

O sistema permite acesso rápido para população de acima 60 anos

Últimas notícias