Cotidiano

Depois de manifestação, enfermeiros conseguem reunião com secretário

Chefe da Semad vai atender categoria para falar sobre reajuste

Midiamax Publicado em 02/07/2015, às 13h11

None
img-20150702-wa0026_pequena.jpg

Chefe da Semad vai atender categoria para falar sobre reajuste

O chefe da Semad (Secretaria Municipal de Administração), Wilson do Prado, que representa a Comissão Negociadora da Prefeitura, aceitou conversar com os representantes dos enfermeiros do Sinte PMCG (Sindicato dos Trabalhadores da Enfermagem da Prefeitura de Campo Grande). Na manhã desta quinta-feira (2), a categoria se reuniu em uma manifestação que durou aproximadamente uma hora.

O protesto aconteceu na frente da Prefeitura e contou com a participação de cerca de 600 profissionais. Durante a manifestação, os profissionais estenderam faixas e cartazes explicando o motivo da greve. Condutores que passam pelo local buzinavam em apoio aos grevistas.

O grupo, que está em greve desde o último dia 20, reivindica reajuste de 8,5%. Até o momento não há um acordo entre a categoria e o Município.Conforme o representante da comissão negociadora dos trabalhadores de enfermagem, Hederson Fritz,a expectativa é de que a reunião nesta manhã coloque um fim na paralisação.

“Queremos que ele ouça a categoria. Se o Município não tiver condições de atender nosso pedido, que faça um documento em que se comprometa a dar nosso reajuste em setembro, ou outubro e garanta o piso para o orçamento de 2016”, sugere.

Pelo menos cinco representantes dos enfermeiros do Sinte PMCG seguem para a Semed (Secretaria Municipal de Educação), onde Prado atua como secretário interino, para tratar sobre o reajuste.

Uma outra reunião já estava agendada para a próxima terça-feira (7). O encontro entre a categoria e a Comissão de Negociação foi agendado por meio de determinação judicial.

Jornal Midiamax