Cotidiano

CTI do Proncor está interditado por não ter centro cirúrgico

Unidade ainda precisará  de um médico intensivista

Midiamax Publicado em 10/04/2015, às 19h31

Ele estava internado no Proncor. (Arquivo, Midiamax)
Ele estava internado no Proncor. (Arquivo, Midiamax) - Ele estava internado no Proncor. (Arquivo, Midiamax)

Unidade ainda precisará  de um médico intensivista

O CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Proncor, localizado na Rua Maracaju, região central de Campo Grande está interditado. A Vigilância Sanitária de Mato Grosso do Sul fechou o local no dia 19 de março deste ano em virtude  de o CTI não ter centro cirúrgico e nem contar com um médico intensivista.

Desde a data a unidade ficou impossibilitada de receber novos pacientes. No entanto, os que já estavam sob cuidados médicos continuaram a receber atendimento.

De acordo com informações da SES (Secretaria de Estado de Saúde), a medida será revertida mediante um projeto de estruturação do local.

O Proncor ainda terá que atender outras exigências da vigilância para reabrir o CTI. A equipe de reportagem entrou em contato com a unidade para saber sobre o ocorrido, e foi informada que somente o diretor administrativo poderia se pronunciar, porém, ele está em viagem.

Jornal Midiamax