Cotidiano

Com terreno sujo há mais de um ano e muitas reclamações moradores se revoltam

Mais de 15 denúncias foram feitas e nada resolvido

Thatiana Melo Publicado em 30/06/2015, às 15h23

None
mato.jpg

Mais de 15 denúncias foram feitas e nada resolvido

Um terreno baldio localizado na Rua Padre Damião, no Bairro Pioneira tem causado muita dor de cabeça aos moradores da região sul de Campo Grande. De acordo com um morador, que não quis se identificar, mais de 15 reclamações já foram feitas à Prefeitura e nada foi feito.

“Um vizinho sempre limpava o terreno para que os ratos não fossem para a sua casa, mas cansou de fazer e agora a situação está horrível”, fala o morador que ainda ressalta que já comprou diversos remédios para combater ratos e não consegue, já que os bichos ‘brotam’ do terreno.

Segundo informações do morador o problema já se arrasta há mais de um ano e nada foi feito. “tenho filho pequeno e fico preocupado, já que tem escorpiões, muitos mosquitos e o perigo da dengue”, diz.

Em contato com a Prefeitura, através de e-mail, foi informado que sempre quando feita um denúncia formal, o denunciante recebe o número de um protocolo para acompanhar o andamento do processo. De acordo com informações, o proprietário que for notificado tem um prazo de dez dias para regularização, após este prazo o fiscal poderá lavrar a multa caso o proprietário não tenha providenciado a limpeza. A multa pode variar de R$ 1.835 a R$ 7.340 dependendo da gravidade e tamanho do terreno.

Segundo informações em 2014 a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) expediu 16.795 notificações e 850 multas foram aplicadas, Já em 2013 o número foi de 10.328 notificações e 470 multas aplicadas.

Jornal Midiamax