Cotidiano

Com salário atrasado, funcionários da Seleta temem Dia das Crianças sem presente

Até o momento o repasse não foi realizado

Padrão do site Publicado em 08/10/2015, às 15h19

None
(Foto: Diogo Gonçalves/Midiamax)

Até o momento o repasse não foi realizado

Pŕoximo ao dia das crianças, funcionários da Seleta (Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária) que trabalham nos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e Cras (Centros de Referências de Assistência Social) de Campo Grande, temem não conseguir presentar seus filhos por causa do não pagamento dos salários. O prazo inicial para receber era o 5º dia útil, a prefeitura estendeu para esta quinta-feira (8), mas até o momento o repasse não foi realizado.

Com a ausência do pagamento os funcionários enfrentam diversos problemas, que englobam desde sustentar uma casa, como até mesmo o simples fato de presentear os filhos no dia das crianças. Próxima à data, uma recriadora, de 28 anos, que preferiu não se identificar teme em não conseguir comprar um brinquedo para o filho de 7 anos, pois, não tem condições. “Já deixei avisado para ele que infelizmente se eu não receber, o presente vai ficar para depois, pois, não tem como comprar e nem sair para passear”.

O Jornal Midiamax recebeu na manhã desta quinta-feira várias reclamações de servidores do município manifestando revolta diante à postura da Prefeitura. De acordo com os relatos, “a irritação é em razão do atraso rotineiro que vem acontecendo há meses, não é algo algo pontual deste mês”.

O Senalba-MS (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional do Estado) que que representa os trabalhadores da Seleta e da Omep (Organização Mundial para Educação Pré-Escolar), estabeleceu o prazo de três dias para a prefeitura resolver a situação deste mês, ou a categoria sinalizará paralisação.

Jornal Midiamax