Cotidiano

Com material reaproveitado, Cidade do Natal está sendo finalizada para abertura dia 5

A previsão de abertura é dia 5 de dezembro

Midiamax Publicado em 24/11/2015, às 19h06

None
_mg_8536.jpg

A previsão de abertura é dia 5 de dezembro

A um mês do Natal, as obras estão em ritmo acelerado na Cidade do Natal, nos altos da Afonso Pena, em Campo Grande. A cidade está 50% pronta para receber famílias e visitantes em geral neste fim de ano. Falta colocar a decoração e a iluminação.

Na edição deste ano, a Cidade do Natal vai ser enfeitada com materiais reaproveitados dos anos anteriores e do carnaval, tudo para garantir a alegria do campo-grandense. De acordo com o diretor  do Centro de Convivência do Idoso Vovó Ziza, Valdir Gomes, os servidores da Seinthra (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) e funcionários do Centro de Convivência do Idoso  realizam a reforma.

“Nós já reformamos, pintamos e reaproveitamos o material que vai ser usado na decoração, ou seja, 50% da Cidade do Natal está pronta. Falta à iluminação e a colocação da decoração que é a cargo da Prefeitura de Campo Grande”, relata Valdir Gomes.

Gomes ainda disse que como este ano a Prefeitura de Campo Grande não tem dinheiro o jeito foi improvisar e reaproveitar materiais para que a Cidade do Natal funcione com a magia e o encanto que atrai toda a população.

O diretor do centro de convivência disse que foi um desafio, mas que como o local se tornou uma tradição na cidade não poderia medir os esforços para que tudo fique pronto. “A Prefeitura tem que abrir a Cidade do Natal porque já virou tradição em Campo Grande. Aqui vem muita gente de fora, só para se ter uma ideia em um único fim de semana do ano passado foram 20 mil pessoas visitando. Como não ter uma atração que agrada desde crianças a adultos”, explica.

A previsão é que a Cidade do Natal seja aberta no dia 5 de dezembro, mas caso a Prefeitura não finalize essa semana o restante dos 50%, vai ser inviável a inauguração nesta data. “Todos os esforços foram feitos e agora falta à parte da Prefeitura porque mesmo sem dinheiro fizemos tudo para deixar a Cidade do Natal pronta para a visitação”, disse Gomes.

 Em relação às atrações, Valdir Gomes disse que é a Fundac (Fundação Municipal de Cultura) que está organizando. “Não sei quais serão as atrações porque está a cargo da Fundac, só sei que vai ter uma variedade de atrações”, conclui Gomes.

Abandono

A Cidade do Natal estava abandonada com moradores de rua ocupando o local. Valdir Gomes disse que era necessário que o local tivesse vigias para fazer a segurança para evitar as invasões.

Gomes disse que todo ano são gastos dinheiro para arrumar e enfeitar e depois que passa a comemoração o lugar é esquecido e abandonado. “Tudo aqui foi levado desde a fiação elétrica ao encanamento. Quando chegamos aqui tinha morador de rua em cada casinha dessas e usavam velas para iluminar já que a luz estava cortada. Isso é um perigo e poderia ter acontecido uma tragédia”, ressalta Valdir.

Para o diretor do centro de convivência, a Prefeitura tinha que criar um projeto para que o local tivesse outras atrações no decorrer do ano, para assim, aproveitar melhor a estrutura.

Jornal Midiamax