Cotidiano

Com ameaça de greve, servidores se reúnem para discutir reajuste salarial

Reunião na sede da Feserp pode decidir paralisação

Midiamax Publicado em 29/04/2015, às 12h50

None
reinaldo_azambuja-gw.jpg

Reunião na sede da Feserp pode decidir paralisação

Ameaçando paralisar os serviços, servidores estaduais se reúnem na manhã desta quarta-feira (29), na sede da Feserp-MS (Federação Sindical de Servidores Públicos, Estaduais e Municipais de Mato Grosso do Sul) para discutir o reajuste salarial.

A reunião foi decidida depois que o governador do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB), declarou, na última segunda-feira (27), que os servidores já tiveram uma antecipação da data base, no mês de dezembro de 2014. quando houve um aumento de 10%.

Conforme a declaração do governador, por este motivo, os servidores não teriam direito ao reajuste da data base, firmado para todo dia 1º de maio. Por outro lado, os funcionários públicos afirmam que em dezembro foi feito um “acordo para diminuir distorções”, além da diferença de 200% de anos anteriores.

A reunião é realizada na sede da Feserp, na Rua Hiroshima,  no Bairro Carandá Bosque e os servidores não descartam a possibilidade de indicativo de greve.

Jornal Midiamax