Cotidiano

Cena repetida: lixo volta a se amontoar no centro e a provocar reclamações

Lixo se amontoa na região central

Midiamax Publicado em 08/10/2015, às 18h30

None
12162225_916776921730584_901424037_o.jpg

Lixo se amontoa na região central

Os trabalhadores da Solurb, empresa responsável pela coleta de lixo de Campo Grande, não receberam, até agora, o salário e o ticket do mês, previsto para o dia 1°. Eles entraram em greve e paralisaram novamente a coleta na Capital. As pessoas que passaram hoje (8) pela área central já reclamaram da falta do serviço e da cena do lixo amontado, que se repete após 21 dias do encerramento da paralisação nos serviços que deixou a cidade sem coleta por dez dias.

Ter o problema de volta, com o lixo exposto nas ruas, não agradou em nada quem passava pelo centro. Para a auxiliar de limpeza Daniele de Araújo Roque, a situação está complicada na Capital. “Onde eu trabalho está cheio de lixo e nós que acabamos tendo que limpar, querendo ou não. Na última vez locamos uma caçamba para levar o lixo porque não dava para aguentar”, diz ela.

Para a aposentada Maria Claúdia, Campo Grande está cada dia pior. “Se não basta o que os governantes estão fazendo, agora a empresa para, de novo, de recolher o lixo. Isso é um absurdo. Antigamente, não existia esse tipo de coisa”, ressalta ela.

A auxiliar Isabela Monteiro também reclama da paralisação. “O centro já está enchendo de lixo. Na greve anterior, eu vi até papel de lixo entrando nas lojas. Só falta isso acontecer novamente. Não dá pra aguentar”. 

Os funcionários entraram na Justiça para pedir o pagamento. A Prefeitura informou que, assim como na vez anterior, depositaria o valor da folha de pagamento, R$ 1,5 milhão, em juízo, mas ainda  não fez isso, e a Solurb ainda não se manifestou.

Jornal Midiamax