Cotidiano

Após dificuldade em conseguir apoio, Parada LGBT é confirmada para novembro

Caminhada está programada para às 15 horas

Kemila Pellin Publicado em 28/09/2015, às 20h35

None
18-parada-lgbt-sp-04-05-2014-fotos-joca-duarte-109-de-489.jpg

Caminhada está programada para às 15 horas

A Parada da Diversidade e Cidadania LGBT, popularmente conhecida como Parada Gay, deve acontecer no dia 14 de novembro em Campo Grande. A data finalmente foi marcada, após várias discussões entre os organizadores e o Executivo Municipal, na tentativa de conseguir apoio para realização do evento.

De acordo com a presidente regional do Antra (Associação Nacional das Travestis, Trasexuais e Transgêneros do Brasil), Cris Stefanny, de 35 anos, a demora em marcar a data da Parada foi motivada pela negação do prefeito afastado, Gilmar Olarte, em fornecer apoio ao evento.

“Nós conversamos por várias vezes com ele, mas foi por intermédio do Paulo Matos, então secretário de Governo, que conseguimos a sinalização, mas logo em seguida ele deixou a secretaria também e ficamos com medo de perder o que já tínhamos conseguido. Por sorte o atual secretário, Paulo Pedra, confirmou que vai manter tudo conforme combinado com o governo anterior”.

O apoio da Prefeitura consiste no repasse de verbas para os shows locais, estrutura, banheiros químicos e barracas, além de garantir a segurança do evento. Com o Estado, Cris explicou que os organizadores estão tentando conseguir o trio elétrico.

Cris explicou que o objetivo da Parada é proporcionar uma integração entre os LGBTs, simpatizantes e público em geral. “Nós queremos criar um ambiente em que todos possam ser conhecer e entender o universo de cada um. Nós somos cidadãos, pagamos nossos impostos, votamos, e temos o direito de ser tratado com respeito”, explicou.

Programação:

Durante a manhã do dia 14 (quarta-feira) os LGBTs estarão reunidos na Praça Ary Coelho, distribuindo materiais educativos.

A caminhada está prevista para as 15 horas, com reunião também na Praça Ary Coelho, de onde deve sair percorrendo as principais ruas.

No final da tarde está previsto um show, com bandas locais e apresentações sobre o tem na Praça do Rádio. 

Jornal Midiamax