Cotidiano

Aparelho de transmissão é retirado de Rio Negro e população reclama de falta de canais

Prefeito garante reforma em cabine e diz que problema será solucionado

Midiamax Publicado em 14/04/2015, às 14h18

None
img-20150414-wa0094.jpg

Prefeito garante reforma em cabine e diz que problema será solucionado

A população de Rio Negro, a 163 quilômetros de Campo Grande reclama de falta de opções de canais de televisão no município. Conforme os moradores locais, o equipamento de transmissão da TV Morena, filiada da Rede Globo, foi retirado da cabine.

Segundo os relatos, o local não oferece estrutura adequada para garantir o bom funcionamento do aparelho. Um dos exemplos citados é a falta de ar-condicionado no ambiente, o que pode provocar danos no equipamento.

O prefeito do município, Gilson Romano (PMDB), afirma que o aparelho será substituído por outro de tecnologia digital. “A TV Morena retirou o aparelho porque será colocado outro digital”, declara. Quanto à falta de estrutura na cabine de transmissão, ele diz que realizou a compra de um ar-condicionado de 12 mil Btus e que vai realizar uma pequena reforma no local. Ao todo devem ser gastos R$ 4 mil.

“Fui informado ontem (13) sobre a troca de aparelhagem e hoje já começamos a reforma de pintura, instalação do ar-condicionado e amanhã mesmo está tudo pronto e se a TV Morena quiser, já poderá colocar o aparelho. Estou em Campo Grande e vou me reunir com os técnicos para saber o prazo”, garante.

A reportagem do Jornal Midiamax, entrou em contato com o supervisor técnico da TV Morena, Pedro Ferreira, e foi informada de que o aparelho foi retirado no último sábado (11) para manutenção e não para a substituição de tecnologia analógica por digital, como alega o prefeito do município.

“Fazemos uma rotina preventiva checando as condições do aparelho. Nessa visita em Rio Negro constatamos que o equipamento estava com alterações”, explica. Sobre a possibilidade de a falta de ar-condicionado ter comprometido o funcionamento do aparelho, o supervisor técnico confirma que a temperatura do ambiente por interferir.

“A questão do ar condicionado tem relação com a deficiência do aparelho. Se a temperatura está acima do normal o dispositivo de proteção do próprio aparelho diminui a capacidade de transmissão ou desliga automaticamente o que pode causar alguns danos por isso exigimos o ar-condicionado”, ressalta.

Quanto ao prazo para que a transmissão seja restabelecida no município, o supervisor técnico diz que depende das adequações na cabine e do cronograma da equipe técnica, no entanto, assegura que caso o local atenda as condições necessárias até amanhã (15), como prometeu o prefeito, a transmissão deve retornar ainda nesta semana.

Sobre a substituição da tecnologia analógica por digital, o supervisor técnico da TV Morena diz que a rede de televisão atenderá aos prazos do governo Federal. Conforme as negociações com o Ministério das comunicações, o desligamento do sinal analógico está previsto para junho de 2016.

Jornal Midiamax