Cotidiano

Andar de ônibus deve ficar mais caro já na próxima semana

Tarifa pode chegar a R$ 3,50

Kemila Pellin Publicado em 06/11/2015, às 21h40

None
_mg_3027_0.jpg

Tarifa pode chegar a R$ 3,50

A tarifa do transporte coletivo pode ficar mais cara já na próxima semana. A afirmação é da diretora-presidente da Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande),Ritva Vieira, ao explicar que os estudos estão sendo finalizados e devem ser entregues ao prefeito na segunda-feira (9). “Eu acredito que não será algo demorado, porque a partir do momento que ele tem os documentos nas mãos ele faz a análise e decreta, então pode ser que na semana que vem a gente já tenha uma definição”, detalhou.

Em 12 de agosto, durante a apresentação do sistema de reconhecimento facial, já implantado nos coletivos, o presidente do Consórcio Guaicurus, João Rezende rebateu os pedidos de diminuição da tarifa, por causa do redução da alíquota do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel, anunciando que já estava previsto um reajuste de valores para o dia 12 de novembro. Se isso se concretizar, na próxima quinta-feira os passageiros já devem separar umas moedinhas a mais para andar de busão.

Só não podemos dizer exatamente quantas serão necessárias, já que o novo valor da passagem vai continuar “em segredo” até que a proposta seja entregue a Prefeitura. “Tudo que está sendo divulgado sobre o valor da passagem é apenas especulação. Nós ainda não falamos sobre isso e nem vamos falar até que os estudos sejam concluídos”, afirmou Ritva.

A fala da diretora-presidente refere-se a reportagem divulgada pelo  Jornal Midiamax, onde foi divulgado que a tarifa sofreria um reajuste de 16,6%, o que elevaria o valor da passagem de R$ 3 para R$ 3,49, ou simplesmente R$ 3,50, já que “R$ 0,01 não faz falta a ninguém né”. 

Jornal Midiamax