Cotidiano

Garçom que voltava do trabalho morre em acidente em cruzamento no bairro São Bento

Ele foi atingido por uma Blazer que teria cruzado a preferencial por não ter visto a placa Pare, encoberta pelas árvores.

Arquivo Publicado em 13/04/2014, às 19h30

None
917864868.jpg

Ele foi atingido por uma Blazer que teria cruzado a preferencial por não ter visto a placa Pare, encoberta pelas árvores.

Gerson Fernandes Guimarães, de 42 anos, morreu na tarde deste domingo (13) enquanto conduzia uma motocicleta Honda Fan, amarela. Ele subia a Coronel Manoel Cecílio, que é preferencial, quando foi atingido por uma Blazer placa HSC -9854, que seguia pela Rua Guerra Junqueira, no bairro São Bento.

A Blazer parou a mais ou menos 600 metros do local do acidente e o condutor prestou socorro, mas como Gerson morreu antes da chegada do Samu e do Corpo de Bombeiros, ele está muito abalado.

Testemunhas contam que ele teria descido do carro justificando que não teria visto a placa de Pare. Segundo Lucas Bais, que testemunhou o acidente, a placa de Pare é de ruim visibilidade, em virtude de algumas árvores ao redor dela. “Todo final de semana tem acidente nesta esquina. Ela é muito perigosa”, disse.

Carlos Alves, colega de trabalho de Gerson disse que ambos são garçons em uma churrascaria da Capital e estavam saindo do serviço. “Eu passei, vi a Blazer vindo, mas aí acelerei para ela não me pegar e ela acabou pegando o Gerson”, lamentou.

A vítima deixa quatro filhos e dois netos. O nome do condutor da Blazer não foi revelado pela polícia de trânsito. Ele tem 21 anos. (Matéria editada às 16h44 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax