Cotidiano

Conta de luz fica mais cara em janeiro para sul-mato-grossenses

Com utilização de bandeiras tarifárias consumidores que não economizarem pagarão mais caro pela energia

Thatiana Melo Publicado em 28/12/2014, às 13h00

None

Com utilização de bandeiras tarifárias consumidores que não economizarem pagarão mais caro pela energia

A partir de janeiro os sul-mato-grossenses vão pagar mais pela conta de luz, que começa a ter bandeira tarifária nas cores amarelo, verde e vermelho para indicar a geração de energia. O que vai representar uma cobrança extra nas contas.

As contas com bandeira verde serão aquelas na qual os custos para gerar energia naquele mês foram baixos, não tendo acréscimo, as contas com bandeira amarela são com custos em elevação, e terão um acréscimo de R$ 1,50 por cada quilowatt/hora e a conta vermelha indica um alto custo para geração de energia naquele mês, o que vai gerar um custo de R$ 3 reais a cada 100 quilowatt/hora.

Os únicos estados ainda que não irão utilizar a tarifação por bandeira são Amazonas, Amapá e Roraima, que ainda não estão interligados com o sistema nacional de energia elétrica. Segundo a Anaeel (Agência Nacional de Energia Elétrica) o sistema adotado de tarifação de bandeiras vai ajudar na economia para os consumidores, que poderão fazer uso inteligente da energia elétrica

Jornal Midiamax