O desafio de Múcio

A aloprada balela de Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, de invadir a Guiana rendeu preocupações demasiadas no Ministério da Defesa e no Alto Comando das Forças Armadas do Brasil. A ponto de José Múcio, fiel escudeiro do presidente da Silva há muitos anos, avisar a interlocutores próximos que quer pular do Governo na 1ª oportunidade. Ex-deputado, ex-ministro palaciano, ex-ministro do TCU, Múcio é da cota pessoal do Barba e aceitou a Defesa por patriotismo, por favor ao amigo. Mas quer
bandeira branca e sair de boa com os militares, com quem tem ótimas relações desde o início do ano. A amigos, o ministro diz que quer curtir mais a família, netos, a praia dos Carneiros em Pernambuco e a sua cachaça no alambique secular numa fazenda sua, conhecida por já ter sido visitada no século 20 por Dom Pedro II.

Picuinhas do MDB

Ex-presidente do Senado, ex-ministro, ex-senador, o deputado Eunício Oliveira (MDB-CE) foi designado membro da Comissão de Orçamento quase que a fórceps. Porque Isnaldo Bulhões não o queria de jeito nenhum. Precisou da interferência de junto ao presidente do MDB, Baleia Rossi. “Isnaldo escanteou o Eunício o ano todo a mando do e por medo de ser atropelado”, diz um vice-líder do MDB.

Nas onda $

O Governo Lula da Silva III disponibilizou R$ 3.524.417,75 em verbas publicitárias para emissoras de rádio este ano, segundo levantamento da Coluna até dia 20. A quantia supera em mais de R$ 1 milhão o valor pago em 2022. Ano passado foram beneficiadas 23 emissoras, e em 2023 a SECOM pagou para 30 rádios. As que mais receberam publicidade foram BandNews, Band FM, Rede Massa, Rede Aleluia, Jovem Pan, CBN.

Encaixotou

O presidente da Câmara, Arthur Lira, deu uma enquadrada daquelas no presidente da Caixa, seu apadrinhado Carlos Vieira, que, segundo fontes, planejou nomear mais de 20 funcionários “amigos e amigas paraibanos”, da sua terra. Lira disse que todas as nomeações no banco oficial, inclusive nas Subsidiárias e Superintendências , irão passar pelo seu crivo e o do líder do Progressistas, Dr. Luizinho (RJ). Vieira engoliu seco.

Reforma escondida

O deputado federal Leonardo Prates (PDT-BA) recebeu auxílio-moradia de R$ 4 mil até conseguir apartamento funcional. Mas não deve ter gostado do que encontrou. Em março providenciou uma bela e cara reforma que contou com apoio do primo empreiteiro Mauro Prates. Ao saber, a Câmara avisou que quer o imóvel do jeito que o entregou, quando sair. O primo vai ter trabalho. Prates não revelou quem pagou pela obra.

Campanha na CBF

Bernardo Ramalho, sócio da Live Mode, que detém direitos comerciais e de PPV do Paulistão em parceria com a Federação Paulista de Futebol (FPF), tem ligado para dirigentes de federações – dois confirmaram em off – pedindo apoio para Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, assumir o comando da CBF. À Coluna, Ramalho garante que não se envolve em questões políticas e eleitorais de entidades esportivas.

Funaro

A respeito da nota publicada ontem, sobre a derrubada da delação do doleiro Lúcio Funaro no STF, o seu advogado Pedro Jaguaribe esclarece que “as notícias veiculadas (…) não são verdadeiras. Não é demais relembrar que o processo em curso perante o Supremo Tribunal Federal encontra-se gravado de sigilo, de modo que esta defesa não irá se pronunciar sobre qualquer assunto a ele relacionado (…)”. A reportagem ratifica que ouviu de três diferentes fontes do Judiciário o supracitado.

ESPLANADEIRA

Petrobras lança série documental “Um Brasil de Energia”, em parceria com a agência W3haus. # Lu Rodrigues Aluguel de Roupas inaugura loja em Teresópolis no dia 2 de janeiro. # AeC contratou 179 refugiados de diferentes países entre 2021 e # MAPA intercepta 174,5 Tde uva passa que estavam impróprias para consumo. # Impostômetro da ACSP alcançará marco inédito de R$ 3 trilhões em
impostos. # Câmara aprova Projeto de Lei que que cria regras para estudos clínicos com seres humanos.