Faz de conta

O Ministério Público de São Paulo, a Receita do Estado e a Receita Federal deflagraram no início deste ano a operação Cassiopeia, a qual constatou fraude fiscal estruturada para reduzir a cobrança de ICMS na comercialização de combustíveis. Com base na operação, a Secretaria de Fazenda do Estado iniciou o processo de cassação da Inscrição Estadual da Formuladora Copape, uma empresa muito suspeita em Guarulhos. Porém, o inexplicável é que em paralelo a essa cassação, a própria Secretaria de Fazenda do Estado paulista autorizou a operação na praça da empresa GT Formuladora. Aí vem o drible. Essa firma pertence ao mesmo grupo da Copape, a outra que foi proibida. Ou seja, a Secretaria cassa uma concessão em Guarulhos e já autorizou outra, do mesmo grupo fraudador, em Osasco, na grande São Paulo.

Pé na areia

Enquanto Bolsonaro vive o inferno que criou para si, o general Braga Netto, seu ex-chefe da Casa Civil, entrou na lista na qual já figura o general Hamilton Mourão: a dos que passaram incólumes pelas lambanças do último Governo. Todo domingo, Braga joga vôlei e mergulha ao lado do Forte de Copacabana, seguido de discreto séquito de admiradores.

Cotados

Há três nomes com chances para suceder Arthur Lira na Presidência da Câmara em 2025: Elmar Nascimento (União-BA) – apadrinhado pelo atual presidente –, Marcos Pereira (Republicanos-SP) e Antônio Brito (PSD-BA). Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha elogia muito Pereira, repetindo ser ele “mais atencioso” e “cortês”.

Caçamba

A Prefeitura de Betim, na grande BH, pesou a mão no bolso do empreendedor na cidade. Quem quiser descartar entulho o deve fazer por apenas uma empresa credenciada, a Essencis – que cobra R$ 800. Na praça, uma viagem de caçamba para isso sai a R$ 260. Quem faz obras está buscando empresas da vizinha Contagem para esse serviço.

Fila da degola

Parte do PT e os sindicatos paulistas estão insatisfeitos com o desempenho da presidente do BB, Tarciana Medeiros, alçada ao cargo por articulação do próprio partido, sindicalistas e de Janja. Agora, acham que Tarciana exagera nas trocas internas para abrigar apadrinhados e pesa a mão na política de igualdade de gênero. Consideram que ela se deslumbrou.

Isençõe$

Resumo da Reforma Tributária até agora: Todos os setores a consideram essencial, mas nenhum quer abrir mão de isenções. Aí fica difícil. A missão hercúlea ficou com os dois relatores. Mais de 200 lobistas marcaram visitas de um ano para cá.

ESPLANADEIRA

# Governo do Rio divulgou prorrogação da isenção do ICMS sobre a venda de arroz e feijão até abril de 2024. # Senado aprovou no dia 24 prorrogação da desoneração da folha para 17 setores econômicos. # Ricardo Viveiros lança hoje o livro “Brasília Botelho – A grande dama cerimonialista”; # Nestlé é condenada a pagar indenização de R$ 3 milhões a empresa contratada para distribuição de sorvetes no Rio. # Estudo da CCEE mostra que geração de energia solar cresceu 42,5% em setembro.