A tribuna de honra do presidente Luiz Inácio da Silva (PT) no desfile de 7 de Setembro, realizado em , conta com a presença do vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, e do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e ministros de Estado também acompanham o desfile direto da tribuna de honra.

A tribuna de honra do presidente deve ter cerca de 200 convidados, entre ministros, chefes de Poderes e representantes das .

A expectativa de público é de 30 mil pessoas.

Reforços

O desfile de 7 de Setembro, realizado para celebrar o dia da Independência do Brasil, deve ser mais comedido neste ano, durante a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O Planalto faz esforços para tentar afastar a imagem do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores dos eventos que marcam a data.

Prevista para ter início às 9h da manhã desta quinta-feira (7), com a presença de Lula, a cerimônia na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, tem como slogan “Democracia, soberania e união”.

Ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Paulo Pimenta disse que o desfilo terá quatro eixos temáticos: “Paz e Soberania”, “Ciência e Tecnologia”, “Saúde e Vacinação” e “Defesa da Amazônia”.

Entre outras atrações, haverá a execução do hino nacional, a passagem das tropas das Forças Armadas (Marinha, Exército e Forças Aéreas), apresentação de escolas, profissionais do Corpo de Bombeiros, bandas e participações especiais de várias instituições. Além do show aéreo da Esquadrilha da Fumaça, da Força Aérea Brasileira.