Alberto Youssef, de 56 anos, foi preso pela Polícia Federal na noite desta segunda-feira (20), em Santa Catarina. A prisão foi determinada pelo federal responsável pelos processos da Lava Jato na 13ª Vara Federal em , Eduardo Appio.

Agora, o doleiro deve ser levado para Curitiba (PR). Vale lembrar que Youssef é dos pivôs para o início da em 2014.

A decisão foi tomada dentro de um processo de representação fiscal para fins penais aberto pela Receita Federal.

De acordo com o magistrado, Youssef não teria estornado todo o valor que recebeu de forma ilícita, além de não informar dados atualizados sobre seu endereço para a Justiça Federal.

Segundo o relatório para fins penais da Receita Federal, o acusado não devolveu todos os valores desviados. Além disso, também foi identificado que as condições de vida de Youssef não são compatíveis com a imensa maioria dos cidadãos brasileiros.

Youssef foi preso ainda em 2014, durante a primeira fase da Lava Jato, após decisão do ex-juiz Sério Moro.

Logo após a prisão, os investigadores deflagraram a segunda fase da operação, prendendo o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa.

*Com informações do Portal UOL.