PF intima Renan Bolsonaro a prestar depoimento sobre investigação de corrupção e lavagem de dinheiro

Renan já havia sido intimado em dezembro do ano passado, os investigadores tentam ouvir o jovem há pelo menos quatro meses
| 07/04/2022
- 09:06
Jair Renan
Jair Renan - Joédson Alves /EFE

Renan Bolsonaro, mais do presidente Jair Bolsonaro (PL), recebeu mais uma intimação da PF (Polícia Federal) para depor nesta quinta-feira (7). Ele é alvo de ação sobre corrupção e tráfico de influência envolvendo a atuação dele junto ao governo federal.

O inquérito passou pelo MPF (Ministério Público Federal). Renan já havia sido intimado em dezembro do ano passado. Os investigadores tentam ouvir o jovem há pelo menos quatro meses.

O documento aponta participação de Renan nos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro. “No recebimento de vantagens de empresários com interesses, vínculos e contratos com a Administração Pública Federal e Distrital sem aparente contraprestação justificável dos atos de graciosidade. O núcleo empresarial apresenta cerne em conglomerado minerário/agropecuário, empresa de publicidade e outros empresários”, diz o texto divulgado pelo portal Carta Capital.

Renan teria usado a empresa Bolsonaro Jr Eventos e Mídia para intermediar um encontro entre a empresa Gramazini Granitos e Mármores Thomazini e Rogério Marinho, ministro da Integração Regional.

Veja também

As informações podem embasar um pedido para anular as provas obtidas a partir das buscas na operação

Últimas notícias