Nicole Maria Ferreira da Costa será julgada por lesão corporal após ter matado o próprio namorado utilizando uma agulha de narguilé em Aparecida de Goiânia, em 2020.

Na época com 20 anos, a jovem foi denunciada por homicídio qualificado em abril do ano passado, sete meses após matar Adailton Gomes Abreu, de 24 anos na época.

Porém, o responsável pelo caso acatou pedido da defesa da jovem e alterou a denúncia para lesão corporal, cuja é bem menor. Isso porque entendeu que a moça não tinha intenção de matar o rapaz.

Conforme os autos, ficou comprovado que Nicole teria sido agredida e ameaçada de morte antes de atacar o rapaz. Outro fator que colaborou para mudar o entendimento do juiz sobre o crime foi que a moça desferiu apenas um golpe no namorado.

“Adailton começou a quebrar vários móveis e objetos e, em seguida, segurou a declarante pelo pescoço, na tentativa de agredi-la. Uma vez que poderia [Nicole Maria] ter desferido mais golpes na vítima, já que não tinha ninguém para impedi-la, e mesmo assim não o fez”, escreveu o juiz nos autos.

Dessa forma, Nicole não vai mais a júri popular e a sentença será proferida pelo juiz. Com a mudança de tipificação, ela terá pena menor, que vai de 4 a 12 anos de prisão.