Bombeiros fazem desafio para socorrer rapidamente vítimas de trânsito

A disputa servirá como classificatória para a etapa nacional
| 11/06/2022
- 09:46
Bombeiros fazem desafio para socorrer rapidamente vítimas de trânsito
(Foto: Ilustrativa/ Arquivo Midiamax)

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ) realiza hoje (11), e amanhã (12), a 3ª do Desafio Estadual de Salvamento Veicular, no Riocentro.  Cerca de 120 militares, divididos em 15 equipes, vão participar da competição que simula acidentes de automóveis com feridos presos às ferragens.ebc - Bombeiros fazem desafio para socorrer rapidamente vítimas de trânsitoebc - Bombeiros fazem desafio para socorrer rapidamente vítimas de trânsito

A finalidade do simulado é liberar as vítimas com a maior segurança e no menor tempo possível. O desafio tem como objetivo reforçar o treinamento, difundir conhecimentos e consolidar as melhores doutrinas, praticando a dinâmica dos atendimentos no dia a dia.

A competição é feita com provas de tempo máximo de 30 minutos, de maneira segura. O treinamento projeta cenários complexos para as equipes resgatarem às vítimas. São avaliados habilidades e competências exercidas pelos comandantes das ocorrências, levando em consideração o planejamento das ações, liderança do grupo e comunicação entre eles. Ao final, são apontados os aspectos de cada equipe e um relatório entregue aos militares.

A disputa servirá como classificatória para a etapa nacional. Os melhores times representarão o país no desafio mundial.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro, disse que os exercícios contribuem para que os profissionais desenvolvam pensamento rápido e trabalho em equipe. “Os treinamentos são árduos e fazem desses militares verdadeiros atletas de alto rendimento, integrando preparo físico, técnico e psicológico. Cada vez que a equipe pratica, aperfeiçoa o atendimento nas ruas. Cada vez que simula um socorro, reduz o tempo-resposta na prática. Quem ganha é a população, a sociedade.”

O coronel Leandro disse ainda que no início do ano, a corporação atualizou o Protocolo Operacional Padrão que serve de base para atuação em ocorrências de colisões com vítimas. “Hoje, a corporação pratica as táticas e técnicas de resgate mais atuais do mundo. A cada revisão dos procedimentos, os socorros ficam mais eficientes e mais seguros para as vítimas e para os profissionais que atuam na ponta”, explicou.

O exercício acontece das 8 às 18h e aberto ao público, com entrada franca. O Riocentro fica na Avenida Allende, 6555, Jacarepaguá, zona oeste do Rio.

Veja também

A Lei Paulo Gustavo destina R$ 3,86 bilhões a trabalhadores do setor cultural afetados pela pandemia de covid-19 em todo o País

Últimas notícias